Use o Instagram para descobrir lugares para conhecer (ou evitar) em sua viagem

Voltar
Autor: Alexandre Bertolazi Categoria: Conteúdo de Marca, Turismo Tags: Instagram, turismo, viagem

Tempo de Leitura: 3 min

Uma das coisas mais legais de fazer durante viagens é descobrir lugares típicos de cada cidade, cantinhos bem frequentados pelos moradores locais mas que não aparecem nos guias turísticos. Pode ser um barzinho aconchegante escondido numa ruazinha que só quem mora ali conhece, um grafite fantástico numa parede, ou até um foodtruck incrível que entrou em atividade recentemente naquela região. E foi procurando por este tipo de lugar que a repórter de tecnologia do New York Times Jenna Wortham percebeu que o Instagram é uma ótima ferramenta na hora de descobrir lugares para conhecer (ou evitar) em sua viagem.

Pra ela, a chave é simples: vasculhando pelas hashtags da cidade ou pela geolocalização no Instagram, você recebe um olhar múltiplo sobre cada lugar, sob as mais variadas perspectivas e… sem filtros! Com a palavra, Jenna Wortham:

Olhar através do feed cru das fotos com marcação de GPS oferece um mapa gráfico da cidade, em tempo real, que você pode combinar com os seus planos de viagem.

Penso no Instagram como uma daquelas câmeras de surf que as pessoas usam para ver as ondas. Só que em vez de procurar por condições do mar, procuro saber se os lugares das fotos parecem divertidos, seguros, caros ou baratos.

E assim transformei o Instagram na minha bússola, a minha forma de navegar pelo mundo. Ao invés de ficar obcecada chafurdando sites de viagem, guias impressos e até enchendo o saco dos amigos pedindo por indicações, eu dou uma checada pela hashtag da cidade para onde vou, e depois procuro pelos posts recentes mais populares. E o que vejo é a cidade refletida através da múltipla perspectiva das pessoas que estão lá – e é mais revelador do que qualquer guia de viagem.

Além de poder encontrar lugares para visitar (ou evitar), usar o Instagram com este objetivo também permite diversos insights sobre a cultura local. A jornalista detalha que utiliza o Instagram e outros aplicativos baseados em geolocalização para, por exemplo, checar qual o tipo de roupa apropriada para determinados lugares, encontrar pessoas com gostos semelhantes e até descobrir locais inseguros a serem evitados e problemas sociopolíticos dos lugares que visita.

Evitando frias

Sim, o esquema não funciona só para lugares interessantes: serve também como guia para evitar lugares que você não quer conhecer, além de colher dicas dos habitantes locais para evitar armadilhas clássicas para turistas, como travessias de barco de um rio que está no caminho da praia e cuja profundidade não passa da cintura, por exemplo.

Ah, uma última dica e talvez a melhor: diversos bares costumam divulgar no Instagram (e também no Swarm / Foursquare) as suas promoções para happy hour no modelo “diga que viu a postagem no Instagram e ganhe alguma coisa” ou “faça checkin e ganhe um desconto”. Então não esqueça de dar uma espiada nos posts populares do Instagram e fazer checkin no bar quando chegar a hora de tomar aquela cervejinha!

Via LifeHacker

Compartilhe este post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar

Promoção de Lançamento: Avaliação Gratuita de Site

Relatório gratuito sobre a velocidade e SEO do seu site!

Receba seu report produzido por especialistas em até 7 dias úteis.